Daniel R. Perez
Professor do Departamento de Medicina Veterinária da Faculdade de Medicina da Universidade da Geórgia – USA
Francisco Murilo Zerbini
Professor Titular no Departamento de Fitopatologia da Universidade Federal de Viçosa
John V. Willians
Professor no Departamento de Pediatria, Membro do programa de pós-graduação em Microbiologia e Virologia Molecular e Chefe de Divisão de Doenças Infecciosas Pediátricas da Universidade de Pittsburg – USA
Marilda Agudo Mendonça Teixeira de Siqueira
Pesquisadora titular da Fundação Oswaldo Cruz (FIOCRUZ), é consultora da Organização Mundial da Saúde (OMS) e membro de vários Comitês e Grupos de Trabalhos do Ministério da Saúde e OMS. Chefia o Laboratório De Vírus Respiratórios e do Sarampo do IOC/FIOCRUZ que é Laboratório de Referência Nacional para Influenza pelo Ministério da Saúde (MS) e OMS e Referência Nacional para Sarampo e Rubéola pelo MS e Referência Regional para Sarampo e Rubéola da OMS.
Betânia Paiva Drumond
Professora adjunta da Universidade Federal de Minas Gerais, membro do Programa de Pós-graduação em Ciências Biológicas da Universidade Federal de Minas Gerais
Vagner Ricardo Lunge
Professor e pesquisador na Universidade Luterana do Brasil (ULBRA) na área de Biologia Celular e Molecular Aplicada à Saúde e sócio da empresa Simbios Biotecnologia
Nicolas Esteban Bejerman
Pesquisador, Instituto de Pesquisas em Patologia Vegetal, está no IPAVE-CIAP-INTA com um contrato INTA.
Patrícia Machado Bueno Fernandes
Professora Titular e Presidente da Comissão Interna de Biossegurança (CIBio) da Universidade Federal do Espírito Santo – UFES e membro da Comissão Técnica Nacional de Biossegurança (CTN-Bio) do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.
Sebastian Asurmendi
Pesquisador do Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária (INTA) onde dirige o grupo de pesquisa: Bases moleculares da relação hospedeiro-patógeno em infecções virais de plantas e pesquisador adjunto do CONICET onde é coordenador do projeto “Identificación de biomarcadores de stress biótico y abiótico mediante el empleo de tecnologías post-genómicas”.
Ana Claudia Franco
Professora adjunta da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e pesquisadora colaboradora do Centro de Pesquisa Veterinária Desidério Finamor, possui experiência na área de Medicina Veterinária, com ênfase em Doenças Infecciosas de Animais.
Humberto Rodney Colina Muñoz
Professor Associado e Diretor do PDU “Laboratório de Virologia Molecular”, Regional Norte, Salto, Universidade da República (UdelaR), Uruguai, atua nas áreas de Ciências Naturais e Exatas e Ciências Médicas e da Saúde na área de virologia . É coordenador responsável na Faculdade de Ciências do Centro de Pesquisa Nuclear na linha de pesquisa “Controle Translacional da resposta imune inata” e membro de equipe na linha de pesquisa “Variabilidade Genética do Vírus da Hepatite C” no Laboratório de Virologia Molecular.
Nilo Ikuta
Atua como pesquisador na Universidade Luterana do Brasil (ULBRA) e também na empresa Simbios Biotecnologia. Na Universidade possui cargo de Professor Adjunto, administrando aulas na graduação e pós-graduação, além de coordenar atividades de pesquisa no Laboratório de Diagnóstico Molecular (LDM-ULBRA). Na empresa coordena atividades de desenvolvimento de novos processos e produtos relacionados com diagnóstico molecular para agroindústrias, o que tem resultado na disponibilidade de novos serviços e produtos biotecnológicos ao mercado brasileiro.
Juliano Bordignon
Pesquisador no Instituto Carlos Chagas, Curitiba-PR, tm experiência na área de interação entre o vírus da dengue e os hospedeiros vertebrados e invertebrados, estudando a interação entre células do sistema imune inato (monócitos/macrófagos/dendríticas) e adaptativo (linfócitos B e T) e patógenos virais, em especial Dengue, Chikungunya e Zika virus. Ainda, trabalha no desenvolvimento de antivirais e estudos sobre a patogenia das infecções virais utilizando modelos murinos de infecção e pacientes em fase aguda.
Luis Lamberti Pinto da Silva
Professor Associado de Biologia Celular da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto, Universidade de São Paulo (FMRP-USP), possui experiência na área de biologia celular e molecular, atuando em linhas de pesquisa que envolvem tráfego intracelular de proteínas, biogênese de organelas das vias secretória e endocítica, e interação vírus-célula. Também atua como representante da área de Virologia Básica na Sociedade Brasileira de Virologia (SBV).
Jose Henrique Maia Campos de Oliveira
Professor adjunto no Departamento de Microbiologia, Imunologia e Parasitologia da Universidade Federal de Santa Catarina (MIP – UFSC), possui experiência no estudo da relação parasita – hospedeiro usando técnicas de biologia molecular, genética e bioquímica, com interesse específico na biologia e dinâmica de infecção com ênfase na estratégia de defesa conhecida como tolerância a doenças.
Frank Kirchhoff
Professor e diretor do Instituto de Virologia Molecular do Centro Médico da Universidade de Ulm, seu maior interesse de pesquisa está relacionada a origem, evolução e patogenicidade do HIV-1, o agente causador da AIDS, e elucidar por que os vírus da imunodeficiência símia (SIVs) podem persistir eficientemente em seus hospedeiros símios sem causar doença. Seu segundo grande foco de pesquisa é o isolamento, caracterização e otimização de fatores naturais que modulam as infecções virais.
Maria Cristina Carlan da Silva
Professora da Universidade Federal do ABC, tem experiência na área de Microbiologia, com ênfase em Virologia, atuando principalmente nos seguintes temas: herpesvírus, vírus do Oeste do Nilo, replicação viral, construção de vírus recombinantes e interação vírus-hospedeiro. Trabalha com mecanismos moleculares de replicação e patogenia do Citomegalovírus Humano, e com seu envolvimento em processos tumorais.
Marcelo Alves Soares
Pesquisador Titular do Instituto Nacional de Câncer (INCA) do Rio de Janeiro, onde coordena do Programa de Oncovirologia. É também Professor Associado do Departamento de Genética da Universidade Federal do Rio de Janeiro, e Chefe do Laboratório de Virologia Humana.Tem experiência nas áreas de Oncovirologia e Genética, com ênfase em Genética Molecular e de Microorganismos, atuando principalmente nos seguintes temas: oncoviroses, hepatites virais, HIV/Aids, fatores de restrição à infecção por lentivírus de primatas, e resistência do HIV aos antirretrovirais.
Nikos Vasilakis
Professor Associado e Vice-Presidente de Pesquisa do Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina da Universidade do Texas em Galveston, suas pesquisas são sobre evolução e patogênese de vírus transmitidos por artrópodes, interações vírus-mosquito, vírus-hospedeiro e desenvolvimento de vacinas, papel do vírus variação intra-gênica na dinâmica e emergência da transmissão, desenvolvimento de vacinas e descoberta e caracterização de novos / novos vírus.
Carmen Baur Vieira
Professora Adjunta na Universidade Federal Fluminense, Área de Virologia, no Departamento de Microbiologia e Parasitologia, no Instituto Biomédico. Possui experiência nas áreas de análises fisico-química e microbiológica de água, com ênfase em Microbiologia Médica/Virologia/Virologia Ambiental.
Verónica Beatriz Rajal
Pesquisadora Sênior Adjunta da Universidade Nacional de Salta, Argentina, seus campos de pesquisa são: detecção e caracterização de vírus entéricos; isolamento e identificação de microorganismos de áreas contaminadas com boro; detecção de patógenos entéricos por reação em cadeia da polimerase; e em síntese, modificação e caracterização de membranas para processos separativos.
Matías Victoria Montero
Professor assistente da Universidad de la República (UdelaR) do Uruguai, possui experiência na área de Microbiologia-Virologia, com ênfase em Microbiologia-Virologia Médica e Virologia Ambiental, atuando principalmente nos seguintes temas: Astrovírus e Norovírus Humanos, detecção e caracterização molecular.
Andrew Routh
Professor Assistente no Departamento de Bioquímica e Biologia Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade do Texas, em Galveston. Ele trabalha com virologia molecular e celular combinada, sequenciamento de próxima geração e biologia computacional para estudar sistemas modelo geneticamente tratáveis ​​e altamente caracterizados, como o Flock House Virus, bem como patógenos humanos, incluindo o rinovírus humano e o HIV.
Leonardo Assis da Silva
Pesquisador colaborador pleno vinculado ao programa de pós-graduação em Patologia Molecular da Faculdade de Medicina da Universidade de Brasília, possui experiência na área de Microbiologia, com ênfase em biologia molecular de baculovírus, iflavírus e cypovirus com enfoque na caracterização funcional e molecular de genes e no uso dos microrganismos no controle biológico de insetos-pragas e como vetor de expressão heteróloga e arboviruses com ênfase na evolução, diversidade, genômica e metagenômica viral.
Tatiana Domitrovic
Professora adjunta do Departamento de Virologia do Instituto de Microbiologia Paulo de Góes, UFRJ, pesquisa a relação entre estrutura e função de proteínas com ênfase em proteínas do capsídeo de vírus não-envelopados. Seu foco de pesquisa é o estudo dos mecanismos moleculares envolvidos na invasão de membranas celulares e a liberação de ácidos nucleicos, buscando correlacionar as propriedade biofísicas e estruturais de vírus não-envelopados com o ciclo replicativo in vivo. Outro interesse é a aplicação de capsídeos virais como nano-capsulas para o transporte e entrega intracelular de RNA com fins terapêuticos.
Carlos Roberto Brites Alves
Professor Titular de Infectologia da Faculdade de Medicina, da Universidade Federal da Bahia. Coordena Laboratório de Pesquisa em Virologia, do Hospital Professor Edgard Santos-UFBA. É ainda Adjunct Faculty do Latin American Medical Training Program, da University of Miami School of Medicine, FL, EUA. Tem grande experiência em pesquisa, com ênfase em Doenças Infecciosas e Parasitárias, atuando principalmente nos seguintes temas: HIV / AIDS, HTLV, co-infecção HIV-HTLV, infecções hospitalares, e oncovirologia.
Patricia Cristina Baleeiro Beltrão Braga
Professora da Universidade de São Paulo, lecionando Embriologia, Genética e Virologia para o curso de Obstetrícia da EACH da USP. Sua linha de pesquisa é modelagem de doenças do sistema nervoso, trabalhando principalmente nas áreas de Biologia Celular, Molecular e Neurobiologia. Dentre seus projetos no Laboratório de Células-Tronco e Modelagem de Doenças do Instituto de Ciências Biomédicas da USP, é responsável pelo “Projeto A Fada do Dente”, iniciativa brasileira que utiliza as células-tronco dos dentes de leite de crianças autistas para estudar os mecanismos envolvidos no Transtorno do Espectro do Autismo. Seu grupo foi o responsável por provar a relação causal do Zika virus com a microcefalia usando organóides cerebrais e modelos animais.
Leila Maria Cardão Chimelli
Professora do Programa de Pós Graduação em Anatomia Patológica e consultora em Neuropatologia na UFRJ e coordenadora do Laboratório de Neuropatologia do Instituto Estadual do Cérebro Paulo Niemeyer. Especializada em Neuropatologia, com importante produção científica e experiência diagnóstica, com ênfase nas neuropatologias infecciosa, do desenvolvimento, vascular e degenerativa (doenças por prion), patologia dos tumores cerebrais, AIDS, hanseníase, patologia dos nervos periféricos e dos músculos, tumores de hipófise, atuando como consultora diagnóstica para todo o país. É referência do Ministério da Saúde para o diagnóstico neuropatológico de doença por prion e pioneira no estudo neuropatológico da Zika congênita.
Andrea Gamarnik
Pesquisadora do Conselho Argentino de Investigação (CONICET), Editora Associada da PLoS Pathogens, e membro do Conselho Editorial da Virologia. O principal objetivo de seu laboratório de pesquisa é entender os mecanismos de comunicação dos RNAs virais com as células hospedeiras e outros componentes virais para garantir a replicação viral, usando o vírus da dengue como modelo. A fim de gerar conhecimento e novas ferramentas para o desenvolvimento de estratégias antivirais, sua equipe de laboratório combina bioquímica, biologia molecular e biofísica, juntamente com estudos de virologia clássica e molecular.
Daniel Hofius
Professor do Departamento de Biologia Vegetal e chefe do Laboratório de Interações entre Plantas e Patógenos da Universidade Sueca de Ciências Agrícolas, seu grupo tem um interesse geral em entender os mecanismos moleculares e genéticos pelos quais as plantas interagem e se defendem contra patógenos.
Fabio Eudes Leal
Pesquisador do Departamento de Genética/Oncovirologia do Instituto Nacional de Câncer (INCA) e Professor Convidado da Medicina da Universidade Municipal de São Caetano do Sul. Participa de projetos de pesquisa na área de imunologia e infecções virais com ênfase em HTLV-1, HIV-1 e no papel de infecções virais na oncogênese. Tem experiência na áreas de pesquisa clínica e laboratorial, atuando principalmente nos seguintes temas: HIV-1, HTLV-1, imunologia e oncologia.
Mauro Martins Teixeira
Professor titular do Departamento de Bioquímica e Imunologia da Universidade Federal de Minas Gerais, atua na área de inflamação, especialmente tentando compreender a relevância e mecanismos moleculares da resposta inflamatória durante doenças infecciosas e autoimunes.
Shannan Rossi
Professora Assistente dos Departamentos de Microbiologia & Imunologia e Patologia da Universidade do Texas (UTMB), é virologista especializada em vírus transmitidos por mosquitos. Seus interesses de pesquisa são motivados no entendimento das interações entre arbovírus e seus hospedeiros mamíferos. Especificamente, ela estudou como alguns flavivírus e alfavírus infectam seus hospedeiros e como esse ciclo natural pode ser alterado. Ela está mais interessada em como as manipulações nos genomas virais podem levar a uma infecção não-patogênica ou ser usado como um potencial candidato a vacina. Para este fim, ela está atualmente desenvolvendo modelos animais para patogênese e rastreamento de vacinas para as doenças chikungunya, Mayaro e Zika.
Mathias Martins
Professor no curso de Medicina Veterinária da Universidade do Oeste de Santa Catarina (UNOESC – Campus Xanxerê) e membro do corpo docente do Programa de Mestrado em Sanidade e Produção Animal Aplicadas a Pequenas Propriedades (MSPA-APP) – UNOESC. Possui experiência em diagnóstico laboratorial e experimentação animal na área de virologia, patogenia e vacinas víricas, atuando principalmente nos seguintes temas: herpesvírus bovino (BoHV), vírus da diarréia viral bovina (BVDV), vírus da raiva (RABV) e vírus do estima contagioso (ORFV).
Abelardo Silva Júnior
Professor associado da Universidade Federal de Viçosa. Orientador de mestrado e doutorado do programa de pós-graduação em Medicina Veterinária da UFV e orientador do programa de doutorado em Biociencia Animal da Universidade de Cuiabá. Coordenador do Laboratório de Virologia Animal e Imunobiológicos, tem experiência na área de Medicina Veterinária Preventiva, com ênfase em doenças infecciosas animais. Sua linha de pesquisa envolve desenvolvimento de produtos relacionados a vacinas, imunobiológicos e aplicação de técnicas moleculares para estudo e identificação de agentes infecciosos animais.
David Driemeier
Professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, coordenador de projetos de pesquisa e de extensão. Atua em Medicina Veterinária, com ênfase em patologia veterinária e diagnóstico de enfermidades tóxicas e infecciosas e tumorais.
Sávio Torres de Farias
Professor Associado da Universidade Federal da Paraíba, membro da Academia Ibero-americana de Biologia Evolutiva e professor visitante na Universidad Nacional Autonoma de México, vem desenvolvendo trabalhos sobre origem do sistema biológico, com ênfase na organização biológica do Ultimo Ancestral Universal Comum.
Thalita Avelar
Doutora em fitopatologia pela Universidade Federal de Viçosa, possui experiência na área de fitopatologia, com ênfase em Nematologia.
Matias Ostrowski
Professor Adjunto da Universidade de Buenos Aires (CONICET-UBA) na área de Química Biológica, é especialista em imunologia e seu tema de pesquisa é “Papel das GTPases pertencentes à família Rab na produção do vírus da imunodeficiência humana” HIV) por macrófagos e linfócitos T CD4 + “.
Paola María López Lambertini
Pesquisadora do Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária (INTA – Argentina), ela participa de projetos de pesquisa que envolvem: aumento da competitividade com sustentabilidade e equidade social de sistemas diferenciados de produção de hortaliças frescas; defesa de plantas contra fitopatógenos; genômica funcional e biologia de sistemas; bases para a sustentabilidade das cadeias de batata e batata doce; genômica aplicada a estudos de ecologia molecular e diversidade genética; e, identificação e desenvolvimento de protocolos para a detecção de patógenos de importância agrícola.
Santiago Mirazo
Professor da Faculdade de Ciências da Universidade da República (UdelaR) no Instituto de Química Biológica, atua em linhas de pesquisa relacionadas ao estudo do vírus da hepatite E (HEV) no Uruguai, abordagem proteômica e transcriptômica para o estudo da Infecção pelo HEV in vitro, detecção e caracterização molecular do Circovírus suíno tipo 2 no Uruguai, levantamento sorológico de doenças emergentes em suínos.
José Alberto Caram de Souza Dias
Pesquisador científico do Instituto Agronômico de Campinas, IAC, Brasil, trabalha com técnicas de diagnóstico (bio, imuno e molecular), epidemiologia-monitoramento, controle de viroses da batata (Solanum tuberosum) e produção de batata-semente (livres de vírus), bem como outras solonaceas: Tomate, Fumo, Pimentão e wild-spp.
Tatiana de Castro Abreu Pinto
Professora Adjunta de Microbiologia Médica na Universidade Federal do Rio de Janeiro, é Jovem Cientista do Nosso Estado (Faperj) e Young Ambassador of Science to Brazil pela American Society for Microbiology (ASM). Tem experiência na área de Microbiologia, com ênfase em Microbiologia Aplicada, sobretudo em métodos para a caracterização molecular de cocos gram-positivos utilizando técnicas baseadas em PCR, sequenciamento, PFGE (eletroforese em campo pulsado), MLST (multilocus sequence typing), e MALDI-TOF MS (Matrix Assisted Laser Desorption/Ionization Time of Flight Mass Spectrometry). Atua principalmente nos seguintes temas: Resistência a antimicrobianos, Virulência e Diversidade molecular de bactérias.
Tatsuya Nagata
Professor adjunto da Universidade de Brasília, tem experiência na área de Virologia, com ênfase em Interação Vírus-vetor e Virus-hospedeiro, atuando principalmente nos seguintes temas: tospovirus, potyvírus, tobravírus, tymovírus, tobamovírus e vírus humano como norovírus e sapovírus.